Topo

A morte é a nossa maior fraqueza

 

Trilha sonora:

 

Hoje amanheci com uma lembrança no facebook. Uma florzinha que conheci havia deixado o mundo terrestre há um ano…

Ao mesmo tempo, estou lendo um livro sobre uma adolescente que faleceu e conta o pós morte no inferno.
Isso tem me feito pensar muito na morte.
A morte é a nossa maior fraqueza.
Imagine, você pode ter o maior problema, o pior emprego, a pior doença. Mas você está vivo.
A morte é a nossa pior fraqueza.
Vivo, você é livre para seguir os sonhos, correr, comer, dormir, ser o que quiser. Mas quando a morte chega, não há volta.
Tenho minhas crenças de que após a vida, algo nos espera.
Mas enquanto isso, conheço ninguém que viva objetivando a morte.
Vivemos cada vez mais com o anseio de desfrutar de longos e bons anos.
Eu quero viver o quanto puder. E espero que a medicina e tecnologia me ajudem.
É por isso que a morte é a nossa maior fraqueza.
Quando ela aparece, não há nada que a detenha.
Ela não tem hora nem dia marcado.
É pá pum.
Foi assim com pessoas que conheci.
Um ano atrás, Andressa se foi, de repente, com apenas 17 anos.
Meu avô tinha 57. Eles não sabiam.
Ninguém esperava. Pode ter sido a hora deles.
Creio em um Deus supremo que cuide disso tudo.
Mas ainda assim, a morte é a nossa maior fraqueza.
Tanto que, o ápice da fraqueza do ser humano é desejar a morte por pensar que ela é a solução de todos os problemas.
A morte é a nossa maior fraqueza.
É como a velha frase: viva como se fosse o último dia!

 

Palomita Gadelha

Pedidos, críticas ou sugestões? Podem mandar! Pelas redes sociais, comentários nos posts, ou no email palomagadelha@hotmail.com

Nenhum comentário

Postar um comentário

Me acompanhe no Instagram @palomitagadelha